Siga-me!

Siga-me!

    Se você quer acompanhar minhas criações, siga-me nas redes sociais: FACEBOOK INSTAGRAM TWITTER TUMBLR Visite meus espaços: WORDPRESS2 BLOG DE POEMAS BLOG NOVO LIVRO PROJETO LITERÁRIO – AS CONTISTAS WATTPAD 1 WATTPAD 2 – SILENT PATHS YOUPIC SKOOB … Continuar lendo

Entrevista

Entrevista

  Recentemente fui entrevistada por José Nunes, olha o moço aí do site Como Eu Escrevo  que reúne entrevistas com escritores de ficção, não ficção, acadêmicas e juristas. Um projeto bacana que merece ser conhecido e divulgado. Procure seu escritor, escritora, … Continuar lendo

Resenha: “PÁGINAS DO IMAGINÁRIO: Contos Fantásticos”, de E. E. Postali – Por Bianca Machado

Resenha: “PÁGINAS DO IMAGINÁRIO: Contos Fantásticos”, de E. E. Postali – Por Bianca Machado

“Para começar as leituras do ano de 2020, eu queria um livro especial: um livro de uma escritora brasileira do qual gostasse da escrita. Dando uma olhada na estante, fiquei feliz por ter muitos livros de autoras nacionais, mas entre … Continuar lendo

O Taumaturgo

O Taumaturgo

  Vila de São Simão, RS. 23 de dezembro de 1910     Da pequena vila de São Simão até onde morava, Giuseppe precisava pedalar quinze quilômetros. Parte do trajeto na bicicleta, parte conduzindo o veículo, morro acima. Trajeto penoso, … Continuar lendo

Pulso

Pulso

  Como chegara àquela encruzilhada? Com a arma em punho apontada para Max, ouviu a própria respiração enquanto o pulso tremeu de leve ao experimentar o peso da pistola. Aquele seria o momento propício para romper a linha tênue entre … Continuar lendo

Gambazinho

Gambazinho

O gambá morreu ao salvar a fêmea e a prole do atropelamento. 😭 Chegando ao Céu, bateu na porta de forma humilde. 😔 Na terra, tão desprezado, encolhia seu espírito, apesar de não se envergonhar da origem.🙁 O moço que abriu o grande portão olhou-o … Continuar lendo

Exercício de Escrita

StateLibQld_1_184751_People_looking_up_to_the_sky,_watching_the_first_aircraft_ever_to_fly_over_Townsville,_ca._1912

Proposta: Desenvolvendo o Tópico Frasal e a criação de IMAGEM

#Exercício5 #Omissão_de_dados_identificadores
Ergueu-se no meio do jardim, rompendo a terra, sem respeitar sua própria natureza gigantesca e elevou-se de um jeito medonho, fazendo o povo da periferia do vilarejo olhar para o alto sem qualquer intenção de prece.

Exercício de Escrita

download (1)

Proposta: Desenvolvendo o Tópico Frasal e a criação de IMAGEM

#Exercício5  #Divisão
Eu me encontrava em uma encruzilhada e só me restava duas alternativas, ou enchia o peito de coragem e embarcava na máquina, ou encarava o meu lugar comum no mundo e ficava exatamente onde estava.

Exercício de Escrita

old-1431788_960_720Proposta:  Desenvolvendo o Tópico Frasal e a criação de IMAGEM

#Exercício5   #Alusão_Histórica
Naquela época, em meio a II Guerra Mundial, meu avô, legítimo exemplar da raça, dizia para minha mãe:
— Não se fala mais italiano nessa casa. Ouviu bem?

Exercício de Escrita

Proposta:  Desenvolvendo o Tópico Frasal e a criação de IMAGEM

#Exercício5  #Definição
A inveja é o meu carrasco, a chegar feito gato, de mansinho, pelas beiradas quando estou à janela, pegando minhas mãos e me dizendo: Vem! Vamos fazer alguma coisa para superar esse azedo que brota dentro de você toda a vez que a felicidade se encontra na janela da casa vizinha.

download

Exercício de Escrita

Proposta:  Desenvolvendo o Tópico Frasal e a criação de IMAGEM

#Exercício5 #Declaração_Inicial 
O problema não foram minhas alegações de inocência, comprovadas pelas testemunhas. O problema foi o entendimento sentimental do juiz, ao escutar minha, agora, ex-mulher descrever chorosamente o acontecido daquele sábado chuvoso, ao me ver chegar de madrugada, na escuridão, cheirando a pinga, depois de uma noitada no bardo Chulé

judge-gavel-1461291738X4g

Poema

PIXNIO-1063369-2857x1900

Retinas

Observadores silenciosos, os vitrais
Disfarçam-se em pontilhados coloridos,
Em alturas majestosas, ou círculos contidos,
Em arcos e pontas elevadas.

Não querem os campesinos
apontando suas rachaduras.
Não querem os citadinos
observando suas manchas.

Querem os viajantes desatentos,
a encantarem-se no mergulho
em tons quietos de passado e presente,
em cintilar etéreo a penetrar com a luz em suas retinas.

 

Para a imagem: AQUI