Dissonância (Evelyn Postali)

Microconto no EntreContos…

Micro Estórias

Por ela, ele tivera um amor incondicional. A traição, contudo, o matou um pouco a cada sinfonia. As notas das oitavas acima despencaram nos espaços da pauta como se soubessem onde se enforcar. Bemóis e pausas foram levados feito ventania, a deslizar nas escalas dissonantes. Tudo o que ele desejava agora, era vingança. A sensação de outro estar revivendo aquele romance martelava nas cordas do piano. Acordes em sustenidos e em sons dissonantes deram o tom fúnebre da letra. Nunca mais ele comporia música como antes.

Ver o post original

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s