Ritmo (Evelyn Postali)

Micro Estórias

O turno terminava. Sacudiu o pó do macacão ao som do hip-hop. A música o transformava. Guardou a alicate e a chave inglesa. Ajeitou as ferramentas na caixa. Seguiu com seu swing pela periferia, passando pelos grafites dos muros, pelas fachadas pichadas, pelos grupos nas esquinas. Alargou um sorriso hollywoodiano ao se lembrar de Teresa. Sentiu chegar a hora de usar seu melhor argumento para conquistá-la.

Ver o post original

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s