Dezesseis

Ela avistou o espectro de Murilo, próximo às árvores da pracinha, em cima da moto, como costumava estar nas manhãs de domingo. O coração doente disparou e uma náusea mais forte a fez parar, agarrando o braço do pai.

O vestido branco arrastou-se entre as pétalas de rosas brancas a cobrir parte do trecho da calçada e da escadaria da capela barroca. A ária de Bach já inundava o espaço com uma sequência de acordes suaves e juvenis. Os últimos degraus se fizeram intermináveis e a porta cresceu diante de suas 16 primaveras mal vividas.

Os adornos de lírios e rosas suavizavam o tom escuro dos bancos centenários de ébano. Os convidados sustentavam um ar de felicidade incomum.

Sentiu-se frágil, quase sem ar. Você está linda, minha filha! Avistou a mãe. Passou os olhos e percebeu os parentes vindos de longe. Esse é um momento importante em nossa família, filha. Será o casamento do ano.

Cruzou o corredor atenta aos detalhes dos ladrilhos desenhados em tons amarelos, ocres e verdes dançando na memória do ritmo da valsa que ensaiara um dia antes. O amigo de infância do pai a esperava em frente ao altar. As lágrimas de Laura verteram.

Os anjos pálidos de gesso, ladeando o altar, abriram seus olhos e estenderam os braços de estátuas em sua direção.

Pensou em Murilo a esperar por ela e um aperto no peito a tomou de abraço. O padre não abençoou as alianças. Os sinos sequer dobraram em felicidade. Sua alma, sim, ressoou e correu porta a fora ao encontro do jovem, agarrando-se a ele em cima da moto.

Para ler os outros microcontos do desafio, acesse AS CONTISTAS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s