Crônica da Vida que Passa… (14)

Crônica da Vida que Passa… (14)

OS(AS) ESCRITORES(AS) DESAPARECIDOS(AS) Hoje, passeando pelas redes sociais entre um afazer e outro, lembrei-me dos escritores(as) encontrados(as) em minhas primeiras incursões em feiras e encontros literários. Na época, eu escrevia quase nada e a pretensão de escrever algo realmente ‘grande’ … Continuar lendo

Poema

Poema

GALERIA DE COISAS Indecifrável galeria de coisas,Em vãos e espelhos –Inexistente caminho do meio.Não há chave para portas,Nem cadeados e trancas. De reflexo em reflexo,Entre uma brecha e outra,Sou aquilo que me permeia,Sem norte, sem parelha. Observadora quieta de mimEu … Continuar lendo

E por falar em imagem…

E por falar em imagem…

MOCKUPS ou MOCK-UPS O mockup é um modelo de uma determinada estrutura, que pode ser em escala e tamanho real. Ele apresenta um produto determinado, com um design específico para ser comercializado. É uma espécie de propaganda mais elaborada de … Continuar lendo

Minicontos Fantásticos

Durante o ano de 2021, exercitei minha escrita através de imagens manipuladas digitalmente; fotografias minhas, editadas e transformadas a partir de filtros de aplicativos. Dessas imagens, surgiram minicontos dentro do gênero fantástico – ficção científica, terror, fantasia.

Este PDF foi feito pensando nos leitores desse blog. Boa leitura!

E, se não for pedir muito e se você quiser me fazer feliz, deixe um comentário sobre os exercícios de escrita desse conjunto de textos. Abraço!

20 Poemas Para Novembro

20 Poemas Para Novembro

20 POEMAS PARA NOVEMBRO – Um resgate histórico-cultural do Coletivo de Raça, Gênero e Diversidade da ASERGHC é um livro construído e pensado como “forma de visibilizar a história e valorizar a cultura da população negra” como bem diz sua … Continuar lendo

Hoje não tem microconto…

Hoje não tem microconto…

AUTORRETRATO Evelyn Postali O retrato que eu seguro agora é incompleto. Estão faltando coisas de mim. E o que eu sou, não dá para carregar em malas de viagem. Estão em mim. É minha história. São minhas memórias, meus sabores, … Continuar lendo

Poema

Poema

ESPELHO Catarina, CatarinaDesce a ladeira,dá sentido para a rimados bordões da Cochinchina.Não sofre, não, Catarina!Sou eu, aqui. O amor é um véuA preencher o breudo teu imenso céu.Meu amor é clichê, Catarina.Só teu, de mais ninguém.Só teu, minha menina. É … Continuar lendo