Encantamento

Encantamento

Os irmãos observavam o ritual. A Saraipora conduzia o andor de cipó adornado com algodão e fitas, repleto do simbolismo religioso. Significados de mais de trezentos anos na região. Seguia pelas ruelas da vila acompanhada pelo juiz e juíza, mordomos … Continuar lendo

O Encontro

O Encontro

Eu caminho apressado, frenético. Não percebo a largura de minhas passadas e sim o formato dos seixos correndo debaixo de meus pés. Pedras irregulares a mostrar o desalinho da minha vida, ou daquela que eu tivera. Molhadas da chuva, elas … Continuar lendo

Poço das Almas

Poço das Almas

    Procura-se coveiro com 2°grau de escolaridade completo, para enterrar mortos e realizar serviços adicionais, com básico de R$ 1500 mensais. A saber: o referido cargo não exige conhecimento imediato, mas acrescenta adicional se houver comprovação de experiência com inumações, … Continuar lendo

A Guardiã

A Guardiã

Amazônia do Norte, Território BR, Ano 58 do 3º Milênio — Pai… Diz o nome do lago de novo? — Iacy Uaruá. — Espelho da Lua… — Isso, filha. Espelho da Lua. — Eu estava mesmo perto do lago, na … Continuar lendo

Vampiro de Auras

Vampiro de Auras

      Khala digitou no teclado holográfico do pulso esquerdo: Relatório 12-10: Alvo descoberto. Reportando encontro. Terceira vítima. Assumpção, Pedro. 53 anos. Aura exaurida. SK3476 está próximo. O visor ocular direito continuava ligado. As informações piscando. Rastreamento atualizado. 10:08:34. … Continuar lendo

Corpo-seco

Corpo-seco

Margarete parou em frente ao braço decepado. Que merda! Estragar meu final de semana com um cadáver exposto em uma estrada. O segundo em menos de uma semana. Arrodeou o pedaço de carne. Analisou a posição. Olhou para o entorno. … Continuar lendo

Incógnito (Evelyn Postali) — EntreContos

Aquela espelunca, cheirando a cigarro e álcool, nos fundos do bordel, era chamada de escritório. E a pouca luz deixava tudo pior. Os poucos móveis que decoravam o lugar, contudo, eram melhores que as delegacias pelas quais percorrera antes daquele serviço porco. Odiava aquilo. Odiava aquela bandidagem toda. Estava começando a imaginar-se para sempre dentro daquele […]

via Incógnito (Evelyn Postali) — EntreContos

Clic

Clic

O cheiro é insuportável e a delegada Martins ainda insiste em ficar rodeando o pedaço de carne. De um lado para outro. É só um braço, certo? Você não se espanta com um braço. Não fica tendo surtos por causa … Continuar lendo

Pat Coelha contra o Porco

Pat Coelha contra o Porco

  — É simples. Você faz e ficamos zerados, Pat. O último trabalho para o grupo. Lembrou-se das palavras de Crocodilo Mendonça. Retirou o capacete com visor computadorizado liberando as longas orelhas brancas e sentou-se próxima à parede, largando o … Continuar lendo

O Gato

O Gato

O Gato _____ Viens, mon beau chat, sur mon coeur amoureux; Retiens les griffes de ta patte, Et laisse-moi plonger dans tes beaux yeux, Mêlés de métal et d’agate. Lorsque mes doigts caressent à loisir Ta tête et ton dos … Continuar lendo

As Necromantes

As Necromantes

Aideen nascera sob a lua da profecia. Ao tatear a última porção de sangue da taça, proferindo as palavras contidas no antigo livro de rituais e encantamentos, o calor percorreu os dedos e lhe tomou o braço. O corpo ardeu … Continuar lendo