E por falar em imagem…

E por falar em imagem…

Backlight ou retroiluminação é a forma de iluminação em que a luz entra por traz de algum objeto. Não é uma fotografia muito simples de fazer. Apesar de oferecer muitos recursos, brincando com o contraste entre luz e sombra, e poder ter esse … Continuar lendo

E Por Falar em Imagem…

E Por Falar em Imagem…

Mês passado, dia 3, publiquei aqui, no blog, um conto cujo título é A Árvore Que Emoldurava a Lua. E o que tem a ver o conto com aquilo que falarei sobre fotografia? Explico… O título desse conto está relacionado … Continuar lendo

Hoje não tem microconto…

Hoje não tem microconto…

Nesse post, mostrarei como é que eu transformo uma imagem qualquer em algo totalmente diferente. Já publiquei, aqui, sobre minhas preferências no trabalho das imagens – abstrações simétricas, mandalas, etc. Em cada imagem abaixo haverá uma transformação. Essa é a … Continuar lendo

Hoje não tem microconto…

Créditos da Imagem: Evelyn Postali

O trabalho com a fotografia não se resume em imagens puramente figurativas. Muitos artistas trabalham a fotografia como base de construção para outras imagens.

Eu gosto de trabalhar com a transformação das imagens. Muitas vezes, uma imagem comum pode se apresentar como uma possibilidade rica de construção. O processo de criação, no meu caso, é bem simples. Uma imagem qualquer, editada com filtros em algum programa de edição de imagem – PhotoScape, PhotoShop, Corel – se transforma em meu tema recorrente: mandalas ou formas ovais e circulares.

Abaixo, para vocês terem uma ideia, segue a foto original. É um copo-de-leite. É uma fotografia tirada sem qualquer filtro ou transformação, mas, na comparação com o resultado final, temos algo totalmente diferente.

Créditos da Imagem: Evelyn Postali

E aí, o que achou? Gostou do resultado da transformação?

Abraços a todos!

E Por Falar em Imagem…

Fotografia é um dos meus interesses diários. Se não é na busca por informação sobre alguma técnica, é lendo algum artigo, ou fotografando alguma coisa próxima. Essa fotografia é de uma flor de suculenta (Haworthia fasciata), feita com a EFS 60mm.

Créditos da Imagem: Evelyn Postali

Para fotografar as flores não uso tripé, mas é aconselhável, para não tremer na hora de clicar. Muitos usam temporizador, marcando os segundos. O tripé é um acessório necessário. Quando eu fotografo a lua, por exemplo, vez ou outra eu uso o tripé, que ajuda bastante na manutenção do foco.

Macrofotografia é o registro dos pequenos detalhes, às vezes, imperceptíveis a olho nu. Segundo os teóricos: Uma foto considerada Macro é aquela onde o objeto é registrado no mínimo em seu tamanho real, em proporção de pelo menos 1:1 e até 10:1, ou seja, entre o tamanho real e aproximando 10x do tamanho real. Acima disso (10:1), a fotografia já é considerada Microfotografia. LINK AQUI

Macrofotografia é um dos meus interesses. E há fotógrafos fantásticos nessa linha fotográfica. Vou deixar aqui alguns nomes e você acessam para visualizar a beleza dos detalhes.

Emre Can Alagöz (@emrecanalagoz

Patty Hankins (@hankinspatty)

acio Philip (@macrofotografia)

Danny Perez (@dannyperezphotography

Can Tunçer (@can__tuncer

Joni Niemelä (@joniniemela

Alberto Ghizzi Panizza (@albertoghizzipanizza

Bill Chu (@imjustabill

Créditos da Imagem: Evelyn Postali
Créditos da Imagem: Evelyn Postali

Nessa publicação, as três imagens foram feitas com a lente citada no texto.

Hoje não tem microconto…

Hoje não tem microconto…

YouPic, como diz o texto explicativo logo a seguir, é um lugar parar entusiastas da fotografia do mundo todo. É um site para se inspirar, aprender fotografia e mostrar seu trabalho, mesmo se for amador. Sou usuária desde 2014 e … Continuar lendo

O Escudo de Nirmud – Miniconto

Créditos da imagem: Evelyn Postali

O Escudo de Nirmud

Naquele tempo, o reino era desmilitarizado, desprovido de exército e ganância. O único combate aceitável era o combate à fome que, em época de seca ou enchente, destruía os sonhos de uma sociedade justa e evoluída. Por esse motivo, as mãos de Nirmud plantavam os grãos, curavam os doentes, caçavam e escreviam as leis dos antigos. Nenhum outro cidadão tinha tanto prestígio quanto ele, o predestinado.

Foi difícil conviver com a guerra cósmica, trazida por exércitos desconhecidos, rasgando a terra e criando feridas profundas. Foi igualmente difícil ver seu pai e seus irmãos morrerem sob espadas faiscantes que jamais manuseara. Nirmud correu pela pradaria descalço, de mãos vazias, competindo com o vento e clamando pelos deuses de sua crença.

Então, caiu diante de um escudo cujas cores assemelhavam-se às chamas da forja e tão brilhante quanto as pedras reluzentes encontradas nos rios. Junto dele, uma maça, semelhante às clavas de madeira que seus ancestrais carregavam, mas diferenciada pelo material, tão reluzente quanto o escudo.

Os deuses haviam atendido seu clamor. Ele tomou o escudo e desceu para onde a luta acontecia. Não houve espada capaz de quebrar sua defesa; nenhuma arma capaz de macular seu corpo. Nirmud fez tombar os inimigos, um a um; sucumbiram diante dele.

O Caminho para Yris – Miniconto

O Caminho para Yris – Miniconto

I Yris é uma pérola cristalina cercada de nada por anos-luz na imensidão do Universo conhecido. Situada fora de qualquer galáxia, é um universo dentro do Universo girando sobre si mesma. Assim como não se sabe a origem do Universo, … Continuar lendo

A Joia de Kaumã – Miniconto

A Joia de Kaumã – Miniconto

O cinturão preso em seu corpo reluzia ao menor sinal de invasão ou perigo. Fora lhe dado por uma das grandes feiticeiras das Terras Escuras, além das Montanhas de Ébano, depois das florestas, cujas árvores frondosas e retorcidas criavam um … Continuar lendo

Esquecido – Claudia Jeveaux

Esquecido, poema de Claudia Jeveaux gentilmente cedido para esse espaço de leitura e escrita.

ESQUECIDO

Perco partes de mim, na luta constante.
Ora brigo como galo sem espora,
Ora berro tal bezerro desmamado.
Enquanto o tempo, impiedoso, vai embora.

Espero o renascer do sol caliente
Talvez aumente, à força, a energia
Desbastada e sugada na tristeza
Da fraqueza que minha vida irradia

Sigo as pistas que deixei na afasia
Recolhendo as mazelas do passado
Onde o tempo parecia acomodado
Onde eu tinha esperança em demasia

A cortina da verdade não se abriu
Rasga a carne, a mudança de estação
Guardo as dores na ferida condição
De um apêndice, esquecido, pelo chão.

* * * * * * * * * *

Poema inspirado em imagem.

Imagem: Evelyn Postali

Exercício de Escrita

Exercício de Escrita

EXERCÍCIO: escrever nos comentários uma micro narrativa com base na imagem, ou no som, ou nas palavras, ou em todos, a seu critério. Som: https://www.youtube.com/watch?v=6IiuH6xpao4 Palavras: insípido, memória, lutar. Proposta de Amanda Gomez. Resultado: PALAVRAS: Lutou contra aquele vazio de eventos … Continuar lendo

Exercício de Escrita

Exercício de Escrita

EXERCÍCIO: escrever uma micro narrativa com base na imagem, ou no som, ou nas palavras, ou em todos, a seu critério. Palavras: canção, esperança, mergulhar. Proposta de Priscila Pereira. Palavras: — Levantar âncora! Içar velas! O barco de um homem … Continuar lendo

Exercício de Escrita

Exercício de Escrita

EXERCÍCIO: escrever uma micro narrativa com base na imagem, ou no som, ou nas palavras, ou em todos, a seu critério. Som: Ruins In Focus https://cryochamber.bandcamp.com/track/ruins-in-focus Palavras: cegueira, conter, lúgubre. Resultado: Palavras: A cegueira acontecia em momentos aleatórios. Marcos não sabia … Continuar lendo