Poema

Créditos da Imagem: Evelyn Postali

POEMA XI

Aqui me tens por completa,
Entre a lua e a estrada deserta,
Nas minhas folhas pendentes
Ao vento, debruçadas.
Desdobra tua mão e guia minha seiva.
Sou tão forte e pesada em teus passos!
Sou tua sombra no luar entrecortada
Pelas pedras, pelas ranhuras das taipas.
Sonho distante, amontoadas as palavras,
São histórias retorcidas nas raízes estendidas.
Quero a trilha mais brilhante,
Estrelada no horizonte.
Assim, me encontrarás perfeita,
Inclinada sobre o monte
Onde ainda há estrada.

E Por Falar em Imagem…

E Por Falar em Imagem…

Esse é o primeiro mapa que desenhei para uma história de fantasia – O Propósito dos Deuses: Adversário Oculto, do escritor Kaio Souza. Confesso que o resultado superou minhas expectativas. Seguir um roteiro dado pelo escritor e dsenhar castelos, terras … Continuar lendo

Crônica da Vida que Passa… (12)

Crônica da Vida que Passa… (12)

DESASSOSSEGOS Os cães do meu vizinho têm a estranha mania de uivar em horários específicos: na metade da manhã e perto do final da tarde. Não sei por qual motivo, mas é algo muito peculiar. São cães de caça. Meu … Continuar lendo

Conto

Conto

RESUMO A tarde corria sonolenta igual àquela sensação de perder-se, quando o sono vem e se está querendo ficar desperto. É o meio de tudo o que não é. Entre a plena consciência e a inconsciência total. O zunir das … Continuar lendo

Crônica da Vida que Passa… (11)

Crônica da Vida que Passa… (11)

AFINAL, VOCÊ É ESCRITOR(A)? Sempre me questiono sobre isso. Afinal, olhar para o que se escreve não me remete o tempo todo a uma leitura crítica sobre o fazer. Até porque sou suspeita. Um texto pode estar bom aos meus … Continuar lendo