Delírio – Evelyn Postali

“Que pode uma criatura senão

Entre criaturas amar”

Amar o ser deitado ao lado

E, no silêncio da madrugada,

A rua inteira acordar?

Quer ler essa história?

Então, clica AQUI e divirta-se!