Poema

11154996_455982071235850_4835995409971065003_o

É nessa estrada onde me encontro,
tangendo o céu acinzentado e o horizonte.
É nesse ponto onde observo a trilha
querendo vencer a jornada.
O ocaso a avermelhar o verde da terra em desatino,
a gritar o teu nome ao vento,
é meu recomeço.
Minha alma, em vida, esquecida há tempos.
Nessa longa estrada na qual me encontro,
não me reconheço.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s