Poema

Créditos da Imagem: Evelyn Postali

POEMA XI

Aqui me tens por completa,
Entre a lua e a estrada deserta,
Nas minhas folhas pendentes
Ao vento, debruçadas.
Desdobra tua mão e guia minha seiva.
Sou tão forte e pesada em teus passos!
Sou tua sombra no luar entrecortada
Pelas pedras, pelas ranhuras das taipas.
Sonho distante, amontoadas as palavras,
São histórias retorcidas nas raízes estendidas.
Quero a trilha mais brilhante,
Estrelada no horizonte.
Assim, me encontrarás perfeita,
Inclinada sobre o monte
Onde ainda há estrada.

Crônica da Vida que Passa… (11)

Crônica da Vida que Passa… (11)

AFINAL, VOCÊ É ESCRITOR(A)? Sempre me questiono sobre isso. Afinal, olhar para o que se escreve não me remete o tempo todo a uma leitura crítica sobre o fazer. Até porque sou suspeita. Um texto pode estar bom aos meus … Continuar lendo

Guiomar – Miniconto

Guiomar – Miniconto

GUIOMAR Na praia do Farol, nem o sol, nem o mar, nem o sossego da areia era mais requisitado do que o trabalho de Guiomar. No ofício, há mais de 20 anos, entregava o fado a homens e mulheres sem … Continuar lendo

Poço das Almas – Evelyn Postali

Poço das Almas – Evelyn Postali

Procura-se coveiro com 2°grau de escolaridade completo, para enterrar mortos e realizar serviços adicionais, com básico de R$ 1500 mensais. A saber: o referido cargo não exige conhecimento imediato, mas acrescenta adicional se houver comprovação de experiência com inumações, cremações, exumações, … Continuar lendo

Crônica da Vida que Passa… (9)

Crônica da Vida que Passa… (9)

DESANIVERSÁRIOS Em um dia qualquer de maio, meu marido compartilhou uma foto nossa em uma rede social. A foto não era recente, mas tinha um texto de comemoração ao meu aniversário. Meu aniversário é em novembro. Estávamos em maio. Choveram … Continuar lendo

Banquete – Áudio Livro

Banquete – Áudio Livro

Recentemente, participei de um projeto maravilhoso, realizado com os recursos de apoio e incentivo à Cultura, Fundação Cultural de Curitiba, Prefeitura Municipal de Curitiba. O projeto reuniu 22 escritoras, sendo 11 do Paraná e outras 11 contistas convidadas – Elisa … Continuar lendo

Poema

SANGRIA

(Evelyn Postali)

— Tudo marra, tudo berra —¹
Coleirinho mestiço, livre de amarras
E aprisionado em terra tupiniquim.
Tudo é bode, tudo pode,
Não há tratado, não há regalo,
É luta incansável, dia sim, dia sim.

— Tudo marra, tudo berra —
Se Getulino ou Barrabaz,
Do agreste ninho, grita em voz partida,
Nada finda, atroz sangria,
É ainda, ainda agora,
No presente, nesta vida sofrida.

Coleirinho agreste, da Costa da Mina,
De poesia solta e ácida,
A ecoar satírica e burlesca
Nas entranhas desta terra.

Ainda é cor-estigma, ainda é bode,
Mal de nascença, preso à gaiola.
Ainda dói, ainda grita, ainda canta
O fogo da liberdade, ainda berra.

— Tudo marra, tudo berra —
Quero os grilhões quebrados,
Almas livres, a dor extirpada.
Quero a gama de cores
Em céu alvissareiro, Luiz,
E a igualdade exaltada.

Nota:

Poema escrito para a cartilha em homenagem a LUIZ GAMA.

1 QUEM SOU EU? (A Bodarrada) – em: Primeiras Trovas Burlescas de Getulino, de Luís da Gama – LITERATURA BRASILEIRA – Textos literários em meio eletrônico.

LINK: AQUI

Hoje não tem microconto…

Hoje não tem microconto…

Hoje não tem microconto porque falarei de Rasga-Ossos, livro de Sabrina Dalbelo, ilustrado por mim. “há pontos de luzno céu dos seus olhosa iluminação reflete nos meusinsólitos quando te vejoinsisto em acender fogueirasà luz das estrelasno deserto furtivo olharcomo paciência … Continuar lendo

Conto

Conto

ooh I needthe darkness,the sweetness,the sadness,the weakness,ooh I need this.Need a lullabye,a kiss goodnight,angel, sweet love of my lifeooh I need this¹ Irmãos caríssimos, reunimo-nos com alegria para participarmos nesta celebração… Sorrisos em faces serenas. Sorrisos e alegria. Lágrimas caindo … Continuar lendo

Crônica da vida que passa (6)

Crônica da vida que passa (6)

EM UM BRASIL FANTÁSTICO, POUCA FANTASIA SE ESCREVE? Sempre me pergunto o porquê eu escolher, dentro da Literatura, além da Poesia, livros de Literatura Fantástica. E sempre encontro a mesma resposta: encantamento. Quando eu era criança, Julio Verne engrenava a … Continuar lendo

Poema

Poema

Veias Toda a vez que em ti me deito            e sempre que contigo amanheço,            encontro a perdição em teu desejoE minha armadilha em teu calar. Tuas veias arrastam-me em silêncio            e tuas mãos se entrelaçam em meu peito.Tua língua serpenteia em … Continuar lendo

Crônica da vida que passa (5)

Crônica da vida que passa (5)

LUGAR DE FALA, DAR PROTAGONISMO, ROUBAR PROTAGONISMO Enquanto preparo o feijão para o almoço, reflito sobre pontos de mudança e evolução e como livros são importantes dentro desse contexto porque são ferramentas para promover a representatividade. São, sim, como muitos … Continuar lendo

Conto

Conto

A ÁRVORE QUE EMOLDURAVA A LUA Felixiana morava numa casinha no pé do morro da Benedita, beijando o céu, perto do córrego do Boca. Um lugar nada propício para alguém que viajava o mundo nas páginas dos livros juntados no … Continuar lendo

Pré – venda! América, a Girafa Cantora chegando…

América a girafa cantora está pronta para fazer parte da sua família! 🦒

Adquira o LIVRO 📖 na pré-venda por R$ 49,90 (+ frete).

Manda mensagem no Direct 💬 ou pelo📱WhatsApp (54) 99146-9927

Além do livro, você recebe um MARCADOR, um CARD e um encarte com a PARTITURA para piano, teclado 🎹 e violão 🎸.

Envio para todo o Brasil a partir de 12 de março.
.
.
.

livro #livroinfantil #livroeleitura #leitura #américa_a_girafa_cantora #girafa #diversidade #inclusão #música #letraemúsica #parapiano #marcador #card #leiaumlivro #leiaparacrianças #literaturabrasileira #literaturainfantil #partituraparapiano #paraviolão #partituracifrada #letraemúsica #literatura #pracultura #antônioprado

América, A Girafa Cantora

América, A Girafa Cantora

Sabe um projeto lindo, que dá orgulho ter participado? Então, América, a Girafa Cantora é um livro infantil que fala sobre diferenças que fazem diferença na vida. Uma história para contar, cantar e encantar. A @seforasr soube usar das palavras … Continuar lendo

Hoje não tem microconto

Hoje não tem microconto

Hoje não tem micronarrativa, apesar de ter sido feito o desafio diário. Hoje não tem micronarrativa porque estou especialmente feliz. América, a Girafa Cantora, está finalmente na gráfica! Foi um imenso prazer construir o roteiro de desenho e pintar cada … Continuar lendo

O que é uma gripezinha para quem está terraplanado?

O que é uma gripezinha para quem está terraplanado?

Texto de FÁBIO SHIVA (acompanhe o autor no INSTAGRAM, FACEBOOK, SKOOB, BLOG) Resenha do livro “NÃO SEREMOS OS MESMOS JAMAIS” (vários autores – organização de Bia Machado) Em meados de 2020, quando estávamos vivendo os apavorantes e inesquecíveis primeiros meses … Continuar lendo

Está chegando o dia!

Neste sábado, 13 de novembro, às 15 horas, estarei participando da cerimônia de premiação do IV Prêmio ABERST de Literatura.

Estarei concorrendo com meu livro FULIGEM na categoria Narrativa Longa de Ficção de Crime – Prêmio Rubem Fonseca junto a dois grandes escritores, J.P. Schmidt e Amilton Alves. Páreo difícil, mas já agradecida por chegar até a final entre escritores experientes e com trajetórias de sucesso.

A cerimônia acontece no canal CULTURA À MILANESA, no YouTube.

Aos leitores(as) desse blog, fica meu convite para prestigiarem o evento e minha gratidão pelo apoio de sempre.