As Vitrines – Miniconto

As Vitrines – Miniconto

Mercatura é uma cidade comercial. Não há uma única rua sequer sem vitrines alinhadas lado a lado do começo ao fim. Os cidadãos mercaturianos têm suas casas construídas sobre as lojas. Farmácias, óticas, lancherias, qualquer empreendimento comercial só se instala … Continuar lendo

Hoje não tem microconto…

Hoje não tem microconto…

“Você sabia que nem só de matas é feita a Amazônia?A artista @evelynpostali apresenta a complexidade da Amazônia. A riqueza da terra firme e a beleza do igapó, passando pela diversidade das águas e nos revelando os povos originários e suas lendas.” … Continuar lendo

Promessa de Liberdade

Promessa de Liberdade

Promessa de Liberdade é uma distopia que apresenta um Brasil muito diferente do que temos hoje, mas nem tão diferente assim. A escrita dessa história partiu da premissa de: E se a Lei Áurea não tivesse sido assinada? Foi a … Continuar lendo

Sala de Espelhos – Miniconto

Sala de Espelhos – Miniconto

Descobriu-se presa na sala de espelhos; sua imagem, tão vívida, replicada incontáveis vezes. Mesma altura, mesmos vícios, mesmo vinco na testa. Viu-se presa no caleidoscópio multicolorido. Mas não era ela. Eram as outras. Suas versões. Ela, desbotada, dissipada em crenças … Continuar lendo

E Por Falar em Imagem…

E Por Falar em Imagem…

Meu primeiro contato com uma câmera fotográfica foi na adolescência. Ganhei de presente uma Kodak Intstamatic 56x. Isso foi mais ou menos em 1977, se não me falha a memória. Era uma câmera de visor, da Kodak (Alemanha) e Kodak … Continuar lendo

Crônica da vida que passa (3)

Crônica da vida que passa (3)

Minha casa está viva. Todos os dias, ela se movimenta. Louças na pia se multiplicam. No fogão, as panelas fervem e o bolo cresce no forno. Copos são encontrados na mesa da sala. Roupa no cesto que se acumulam. Prendedores … Continuar lendo

Mó do Tempo, Pó da Alma e Onze Poemas

Mó do Tempo, Pó da Alma e Onze Poemas

Sempre penso na frase de Mário Quintana… “A poesia não se entrega a quem a define.” Por isso, eu não sei bem se são poemas. Escrevo quando meu sentimento não cabe em mim. Busco traduzir em palavras o que não … Continuar lendo