Retrospectiva

2021 foi, sem dúvidas, muito mais controverso que 2021. Não vou me deter nos dissabores vividos. Quero, sim, tornar evidentes as realizações, especialmente na área de Literatura, onde entre exercícios de escrita e publicações consegui elevar os ânimos e afastar o pensamento da decadência completa da sociedade brasileira.

As boas novas vieram aos poucos.

Do grupo AS CONTISTAS, dois livros – TODA-MULHER-VAGA-LUME e MULHERES EM VERBO 2. É maravilhoso poder estar entre escritoras maravilhosas, de uma escrita incrível, premiadas e finalistas em várias categorias literárias pelo Brasil. Citando Rafael Solberg, magnânimo em suas resenhas no canal ADOREI! NOTA 2, “Lugar de mulher é na literatura”.

TODA-MULHER-VAGA-LUME é uma coletânea de poemas, selecionado na chamada @quemderaosangue do selo Editora Hecatombe, da Editora Urutau, com posta de 15 ilustrações belíssimas para acompanhar os mais de 50 poemas. O livro dialoga com a força e a resistência da mulher.

Toda-mulher-vaga-lume

MULHERES EM VERBO 2 – Prosa e Verso – livro que estará disponível em breve.

Assim como no primeiro livro, Mulheres em Verbo, cada contista escolheu um verbo para escrever contos, crônicas e poemas. O projeto gráfico é da Caligo Editora. A capa é minha. Os verbos de cada autora? Eis:

Amana – PERMITIR(-SE); Amanda Gomez – ESQUECER; Ana Maria Monteiro – IMAGINAR; Claudia Roberta Angst – CONVERSAR; Catarina Cunha – ARRASAR; Evelyn Postali – RESSUSCITAR; Elisa Ribeiro – ARDER; Fatima Heluany – BUSCAR; Fernanda Caleffi Barbetta – LEMBRAR; Giselle Fiorini Bohn – COMPREENDER; Iolandinha Pinheiro – SONHAR; Juliana Calafange – COLORIR; Paula Giannini – MORRER; Priscila Pereira – ESCOLHER; Renata Rothstein – ACORDAR; Rose Hahn – MEDITAR; Sabrina Dalbelo – RECONHECER; Sandra Godinho Gonçalves – RESISTIR; Thata Pereira – ENVIAR.

Mulheres em Verbo 2: Prosa e Verso

FULIGEM chegou não só como um projeto de quatro anos finalizado, mas como a certeza de que ficção de crime ou ficção policial é um dos gêneros literários no qual me identifico demais.

Com projeto gráfico de Amanda Marcon, editado pela Caligo Editora, Fuligem chegou entre os finalistas do IV Premio ABERST de Literatura, na categoria Narrativa Longa de Ficção de Crime – Prêmio Ruben Fonseca. Concorreu com inúmeros escritores já experientes, e com o estigma de que romances policiais são escritos por homens. Sinto-me grata e, ao mesmo tempo, orgulhosa.

Fuligem eBook : Postali, Evelyn, Marcon, Amanda: Amazon.com.br: Livros

NÃO SEREMOS OS MESMOS JAMAIS é uma coletânea de textos não-ficcionais dos autores da COLUNA ASAS, no blog da Caligo Editora. Nesse conjunto de crônicas, participo com o texto O AMOR CAMINHA COM PASSOS LEVES.

EbooksCaligo

O cardbook OS GATOS! Um livro de ilustrações feito em forma de cartões postais. 23 ilustrações de gatos, todas feitas por mim, para celebrar minha paixão pelos bichanos e comemorar efetivamente com algo concreto o Prêmio Trajetórias Culturais – Mestra Griô Sirley Amaro, que recebi no ano anterior dentro da categoria diversidade linguística, livros, leitura e literatura.

O projeto foi executado executado pela Secretaria de Estado da Cultura (Sedac) e pelo Instituto Trocando Ideia e financiado através da Lei Aldir Blanc (Lei n°14.017/2020), com o objetivo de facilitar o acesso aos recursos da lei para um dos segmentos mais afetados com a pandemia do coronavírus, a cultura.

O Prêmio Trajetórias é de reconhecimento do Estado e da sociedade civil para as pessoas que vivem da cultura e transformam vidas por meio da arte nas diferentes comunidades. No total, foram recebidas 5.218 inscrições e eu fui uma das contempladas por minha trajetória dentro do município onde nasci, cresci e produzi.

AMÉRICA, A GIRAFA CANTORA, um livro infantil ilustrado por mim, cuja história é sobre respeitar as diferenças, sobre inclusão, sobre alegria de viver. Maravilhosa história escrita por Séfora S. Rigon, cujo projeto gráfico é de Amanda Marcon. Estará disponível ano que vem. Faço propaganda por aqui, é claro!

E, por fim, mas não menos importantes, meus exercícios de escrita: MICRONARRATIVAS baseadas em palavras-chave e MINICONTOS baseados em imagens e poemas. Isso fez com que a escrita não se perdesse ao longo do ano e mostrou algo que eu já sabia: é necessário escrever todos os dias. Não precisa ser muito, mas precisa ser constante. Os microcontos ou micronarrativas me mostraram a importância de ir além da palavra proposta, de buscar outros sentidos para a palavra. Os minicontos dobraram meu esforço criativo já que deveria ser um texto de até 1000 palavras baseado em uma imagem ou um poema. E como a imaginação se renova e se amplia! É muito provável que esses exercícios continuem ano que vem.

Essa é uma retrospectiva pequena, mas significativa dentro do ano que passou.

Minha gratidão especial a todos(as) que curtiram publicações e leram e comentaram os textos escritos. É muito bom estar aqui. É muito bom interagir. Gratidão imensa!

Desejo um ano que nos movimente para melhor, para laços fortalecidos, para sentimentos sinceros. De coração, desejo o melhor. Que as amarguras, incertezas e desalentos se dissipem e que a esperança não nos abandone.

3 pensamentos sobre “Retrospectiva

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s